Cia de Rodeios Tony Nascimento

O Rodeio é hoje centro de polêmica por conta comitês contra os maus tratos dos animais. Por mais que se diga o contrário, o Rodeio é, e sempre foi, o show do animal. Do vaqueiro valente que monta o touro se esquece o nome tão logo seu corpo toca a areia suja. A arena é o espaço de existência deste peão, por alguns trocados a mais no fim da noite. Ele não participa do show, não interage senão consigo mesmo.Por três anos tive acesso aos bastidores de uma Companhia de Rodeios atuando no Estado do Rio. Circulei em bastidores, vi montagem,

desmontagem, brigas, ferimentos, churrascos, premiações e desesperos. O que mais me interessou, no entanto, não foi mostrar os bastidores de um entretenimento antigo. A solidão dos vaqueiros, mais acentuada do que nunca durante o acontecimento do espetáculo.
É o que você vê nesta reunião de doze imagens, selecionadas para mostrar não o vaqueiro, criatura solitária e ignorada, mas a sua própria solidão. A tensão que circunda o ambiente transpirada na fumaça, na areia, no couro.